21Nov Especialista explica as diferenças entre custos, despesas e investimentos. Confira!

Especialista explica as diferenças entre custos, despesas e investimentos. Confira!

Quando falamos em custos e investimentos logo pensamos no dinheiro indo embora, porém existe uma diferença grande entre custos, despesas e investimentos. Nessa matéria o especialista em economia Diego Ferreira de Matos esclarece as diferenças entre esses tipos de gastos.

O que são gastos?
 
Gastos são todos os desembolsos que saem do caixa da sua empresa, seja ele despesa, custo ou investimento. Por isso é essencial analisarmos o quanto cada um deles representa do valor total de nossos gastos, assim, poderemos analisar a forma como designamos nossos recursos financeiros e melhoramos nossos resultados.  

O que são custos?

Estes estão relacionados diretamente ao volume de produção, quanto mais você vender maior será seu custo e sempre que você disponibiliza um novo produto, ou serviço, ele também ocasionará em um custo, seja em logística, embalagens, contratação de profissionais.

Fique atualizado com as últimas novidades. Insira seu e-mail e fique por dentro!


O que são despesas?

Já despesas são essenciais para que a empresa mantenha sua estrutura funcionando, mesmo sendo grande parte de seus gastos estão nessa categoria. Como exemplo: aluguéis, contas de telefone, luz, água, salários do administrativo e etc. As despesas não estão ligados diretamente com o custo de produção de seus produtos mas são uma grande fatia de seus gastos totais,  preste atenção neles para que você possa evitar que não contribuem para o aumento das vendas.

O que é investimento?

É todo dinheiro que sai da empresa com objetivo de aumentar os lucros, ou seja, tudo aquilo que se espera um retorno, seja ele no investimento em máquinas, tecnologia e propaganda. Para entender melhor imagine a seguinte situação:
Suas vendas estagnaram e nesse ritmo sua loja não irá se sustentar, sendo assim você precisa ir para um ponto de venda mais estratégico com uma localização melhor, com um fluxo maior de pessoas e com um maior mix de produtos. Certamente seus gastos aumentarão, porém com uma expectativa de benefícios maiores, onde no médio e longo prazo você terá um lucro maior, dessa forma vemos isso como um "gasto bom" que irá render frutos, ou seja, um investimento a médio e longo prazo.

Quando entendemos as relações entre todos esses tipos de gastos fica mais fácil de alocarmos recursos financeiros de forma mais eficaz. Tenha uma visão mais ampla do negócio e observe seus custos e suas despesas para que seus investimentos tragam cada vez mais rendimento para sua loja.

Fortaleça nossa comunidade! Sugira conteúdos, casos de sucesso, melhores práticas e dê sua opinião sobre o blog pelo e-mail contato@redehome.com.br!

Unidos somos mais fortes, somos Rede Home!